Saramago e a bíblia

Subscrevo na totalidade o que disse Saramago na apresentação do seu novo livro, Caim. Aliás, o problema de fundo é a igreja católica e a sua hierarquia que faz crer ser uma instituição de bem quando não o é. A bíblia é um livro de contos compilado ao longo de séculos e mais não é do que o objecto da centralização da manipulação espiritual por parte da instituição. O antigo testamento, sobretudo, é um manual de genocídio e ordens de assassinato por parte de Deus e escolha de povos favoritos. Desde que a Igreja se fundiu com o poder político que a moralidade cristã permitiu a queima de seres vivos, perseguições de toda a ordem, a tortura, a Santa Inquisição, o index, as abjurações forçadas de cientistas, o apoio a ditaduras das mais terríveis ainda hoje e a hipocrisia na moral sexual, desmentida pela acelerada e conhecida concubinagem dos padres, da pedofilia acobertada, da ostentação em palácios cobertos a ouros e chapéus de pedras preciosas, da exigência de um Estado político (para quê???), dos vendilhões dos templos: tudo por medo da perda da alegada salvação. Isto sim devia fazer pensar os católicos. Mas esses enfim, sempre foram os mais ignorantes. Não lêem a bíblia e não conhecem a história. Como a Igreja quer, aliás.
Fonte: Público

4 comentários:

XxIkKo disse...

Como tudo na vida é preciso ter fé e sentido na vida, algo que nos guie. Partilhas da mesma opinião do Saramago, e eu não censuro, nem te posso chamar de ignorante só porque acreditas num principio.

piurso disse...

Concordo muito com a tua postagem. A verdade é que a Igreja não é santa, e vir agora com moralidades e acusar certas e derminadas coisas é uma pura forma de hipocrisia.

Café e meio disse...

Xico:
Eu não acredito na igreja e não há ninguém que me possa chamar de ignorante por isso. Só quem não souber o significado da ignorância.

Anónimo disse...

Discordo a 100 deste comentário, aliás, nem era para comentar, tal eram as palavras, duras e fora de contexto. Meu senhor exitem provas de que Deus existiu, todo o mal que nos rodeia é o próprio homem, ignorante, imbecil, e olhe nem qualquer um consegue entra na palavra da bíblia, é preciso decifrar a mensagem. Certamente nunca teve uma aflição na vida, mas aí também excusa de pedir, tal é a sua falta de fé. Pode ser sim, com todo o direito ateu, mas nem a si, nem ao saramago admito que coloquem em questão, uma religião de milénio. O livro de saramago é pura propaganda, não vale nada, mete nojo e só lamento que ainda continue a ser obra do 12 ano, ah tantos escritores melhores do que ele.
Saramago é o diabo em pesssoa. Pobre, coitado, o facto de ter uma mulher mais nova, deve-lhe ter mexido com os neurónios, enfim, palavras para que. Ele que leia a bíblia e que depois fale, falar por alto é ridículo, que vá viver para o Iraque e que acate o islamismo, ate uma bomba à cinta e desapereca!
Gondar